Posts made in maio, 2012

Sugestões de normas de segurança para portarias

Sugestões de normas de segurança para portarias

Os porteiros devem permanecer sempre no interior das portarias. Ao atender estranhos, manter o portão fechado e as pessoas do lado de fora. O portão só deve ser aberto após: Identificar o visitante e Avisar o morador sobre a conveniência da entrada. No caso de entrega de encomendas: Avisar o condômino e solicitar sua presença na portaria e Na ausência do condômino, receber e guardar para posterior retirada pelo morador. No caso de pequenas entregas, sugere-se uma caixa na recepção, com portinhola, para facilitar a entrega e evitar a entrada do entregador. Ao receber prestadores de serviço, identificá-los, anotar os dados de seus documentos, avisar o condômino e só permitir a entrada mediante a autorização do morador. Não permitir a entrada de pessoas não solicitadas. Não acredite que um estranho uniformizado é sempre legítimo. Em caso de dúvida, consultar o seu empregador. Na entrada ou saída de pessoas do condomínio, somente abrir o portão após verificar se não há suspeitos nas proximidades. Caso note alguma pessoa, motocicleta ou veículo sistematicamente passando e observando a residência ou o prédio ou algum carro parado com pessoas em seu interior nas imediações, procure observar as características e telefone de imediato para a Polícia Militar (190), que mandará uma patrulha para o local. Cuidado com as crianças para não abrirem as portas a pessoas estranhas, sem a aprovação de um adulto. Na hora de recolher o lixo ou de limpar as áreas externas, todas as portas de entrada devem estar fechadas. Manter a porta da garagem sempre fechada. Ao abrir o portão da garagem, identificar o motorista e verificar se não há suspeitos próximos. À noite, manter um bom sistema de iluminação externa, deixando também algumas lâmpadas internas acesas. A portaria deve ficar às escuras e o exterior bem iluminado. Fonte: sites da Polícia Militar em diversos...

Leia mais

Novo Código Civil – Capítulo Condomínios

Novo Código Civil – Capítulo Condomínios

O novo Código Civil entrou em vigor em 11 de janeiro de 2003, e seus artigos referentes a condomínios modificaram a Lei que regia o setor, a 4.591/64. Para facilicar a consulta, SindicoNet dividiu o conteúdo da atual Lei por temas, de forma que você possa se informar sobre como proceder em diversas situações. Use o índice acima para consultar os artigos da Lei Sobre a Lei anterior 4.591/64 O Código Civil diferencia principalmente parte comum e privativa e também fala sobre multas, destituição do síndico, como formar uma convenção, entre outros. Mas a lei de 1964, a 4.591, também conhecida como lei do condomínio, ainda tem validade quanto aos assuntos que o Código Civil não abrange. Ela trata de direito de propriedade, de como convocar e fazer assembleias, das despesas do condomínio, e da utilização da edificação por parte dos condôminos, além de outros assuntos. Clique aqui para acessar a antiga Lei dos Condomínios 4.591/64 Algumas mudanças importantes em relação à Lei anterior 4.591/64: Convenção (Art. 1.333) Se a Convenção do seu condomínio contiver cláusulas que contrariem o novo Código, elas perdem automaticamente a validade. Multa / inadimplência (Art. 1.336) Multa por atraso em pagamento: O teto máximo cai de 20% para 2%. Para as taxas condominiais em atraso, com vencimentos anteriores à data de 11 de janeiro de 2003, prevalece a multa prevista na Convenção. O teto de 2% referente à multa por atraso em pagamento, como estabelece o Novo Código Civl, é válido apenas para vencimentos pós 11 de janeiro de 2003. Multa / anti-social (Art. 1.337) Multa por conduta anti-social: Criada pela nova legislação, poderá ser de 10 vezes o valor da taxa condominial Multa / descumprimento das normas (Art. 1.337) Multa por descumprimento de normas: Com aprovação de 3/4 dos condôminos, será possível aplicar multa de até 5 vezes o valor da taxa condominial para infratores reincidentes Destituição do síndico: (Art. 1.349) Será preciso maioria absoluta do condomínio (metade mais um) para destituir o síndico, e não mais 2/3 Garagem: (Art. 1.338 e 1.339) Aluguel e venda da garagem: Com aprovação de assembleia condominial, será possível alugar ou vender vaga na garagem a pessoas estranhas ao condomimínio viaNovo Código Civil – Capítulo...

Leia mais

Prestação de contas

Entrevistado Professor Contador Ranniel Martins Silva. Entenda as Prestações de Contas de Condomínios, no quadro Economês da UCG TV canal 24 entrevistado por Renata Rocha – Goiânia – Goiás – Brasil

Leia mais

Novas Regras Cnh

Novas Regras Cnh

A carteira só pode ser renovada durante o prazo de no máximo 30 dias  após o vencimento da mesma. Após este prazo, a carteira é cancelada automaticamente, e o condutor  será obrigado a prestar todos os exames novamente: psicotécnico,  legislação e de rua, igualzinho a uma pessoa que nunca tirou carteira. Esta lei não foi divulgada, e muitas pessoas vão perder a suas carteiras de habilitação e terão de repetir todos os exames. Fiquem atentos quanto ao vencimento de sua CNH. Fora a multa, para tirar novamente a CNH fica por volta de R$ 1.200,00  e leva + ou – de 2 a 3 meses. As mudanças começaram a valer no dia 1º de JAN de 2012.Serão incluídos  novos conteúdos, além de uma nova carga horária. O Diário Oficial da União (DOU) publicou (22/11/2009) uma resolução do  Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), que altera as regras para quem vai tirar a carteira de  motorista. Entre as mudanças está a carga horária do curso teórico que vai passar  de 30 para 45 horas aula e a do prático, de 15 para 20 horas aula. Serão incluídos novos  conteúdos. ALÉM DISSO: Providenciar com urgência a retirada do plástico do  extintor. Mais uma regulamentação sem a devida divulgação! O extintor de fogo obrigatório do carro tem que estar livre do plástico que acompanha a embalagem. Se um policial rodoviário parar seu carro e verificar que o extintor está protegido pelo saco plástico, ele vai te autuar em 5 pontos na carteira e mais R$...

Leia mais

NOSSA QUADRA DE TÊNIS

NOSSA QUADRA DE TÊNIS

Leia mais