Ultimas

O que fazer com vizinhos barulhentos

O que fazer com vizinhos barulhentos

início do ano de 2013 uma briga de vizinhos motivada por barulho acabou com três mortos em São Paulo. E a cada dia, ouvimos mais reclamações acerca da falta de limites das pessoas em relação aos seus ruídos e ao ruído dos outros. Diante disso, o que podemos entender como “barulho”? Os especialistas conceituam som como “qualquer variação de pressão (no ar, na água) que o ouvido humano possa captar”, e ruído, “o som ou conjunto de sons indesejáveis, desagradáveis, perturbadores”. Então, podemos pontuar como exemplos destas situações desagradáveis: música alta, latido de cachorros, gritaria, fogos de artifício, ruídos provocados por equipamentos, buzina e alarme de veículos, obras de construção e de reforma, entre outros. E não há como negar: todo mundo faz barulho. O que muda é a intensidade dele. E, vamos combinar: tem gente que escolhe cada horário! Segundo os especialistas, durante o dia também não deve haver abuso em relação aos sons. Mas, o que a lei permite? Para que você tenha uma ideia do que estamos falando, em uma área residencial são tolerados 45 decibéis à noite. O que isso quer dizer? Mais ou menos equivale ao ruído de fundo de uma rua residencial sem tráfego, durante o dia. Mais um comparativo: em uma biblioteca os sons ficam na casa dos 35 decibéis. Ao contrário do que muita gente pensa, o assunto é regido por legislação. E não é só uma que trata do tema. Rodrigo Karpat, especialista em direito imobiliário e sócio do Karpat Sociedade de Advogados, aponta que, no caso específico de condomínios, vale ressaltar o artigo. 1.336 do Código Civil que estabelece que são deveres do condômino: “IV – dar às suas partes a mesma destinação que tem a edificação, e não as utilizar de maneira prejudicial ao sossego, salubridade e segurança dos possuidores, ou aos bons costumes”. Já a Constituição da República Federativa do Brasil garante o princípio da preservação do meio ambiente no art. 225: “todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações”. Segundo o especialista, a poluição sonora é crime previsto no artigo 54 da lei n. 9.605, de 12 de fevereiro de 1.998: “causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora: Pena – reclusão, de um a quatro anos, e multa”. E mais: o Conselho Nacional do Meio Ambiente (COMANA), responsável controle da poluição ambiental, entende que o ruído acima dos limites estabelecidos pela Resolução número 1 de 8.3.90 do CONAMA, são prejudiciais a saúde e ao sossego público. O advogado ressalta que condomínios podem ter regulamentos próprios como convenção e regimento interno. No entanto, esses não podem contrariar a legislação, seja Federal, Estadual ou Municipal. “Se contrariar a norma destes instrumentos, é considerada nula e não obrigará os condôminos”, esclarece Karpat. Barulho, eu? Muitas vezes o vizinho não sabe que está incomodando. E não é que ele se faça de bobo: não tem ideia de que o barulhinho que ele faz dentro de casa vira a Terceira Guerra Mundial dentro de outro apartamento. Então, se você tem um vizinho que arrasta móveis em horário inapropriado, que faz uma super vitamina no liquidificador à meia-noite ou uma vizinha que anda de salto alto às seis da manhã, vale bater na porta e conversar. “O diálogo é a melhor forma de resolver a situação....

Leia mais

O que é bougainvillée?

O que é bougainvillée?

Bougainvillea spectabilis, Bougainvillea Glabra De origem brasileira, a primavera (Bougainvillea spectabilis, Bougainvillea glabra) – também conhecida como buganvília,ceboleiro, três-marias ou flor-de-papel – é uma espécie rústica, que exige poucos cuidados. Seu nome foi dado em homenagem ao francês Louis Antoine Bougainville, que a descobriu em nosso país, por volta de 1790, e a levou para a Europa, onde ela se tornou famosa e se difundiu para o resto do mundo. Resolvemos usar este lindo nome francês para intitular um maravilhoso lugar de se morar ou passar férias. Trata-se do Residencial Bougainvillée 5,criado para pessoas que desejam estar próximas ao mar e natureza. Ao lado da Mata Alântica e Reserva do Parque Ecológico Bougainvillée a qual se encontra sob seus cuidados. Trata-se de alta qualidade de vida em contato diretamente com a fauna e...

Leia mais

Sugestões de normas de segurança para portarias

Sugestões de normas de segurança para portarias

Os porteiros devem permanecer sempre no interior das portarias. Ao atender estranhos, manter o portão fechado e as pessoas do lado de fora. O portão só deve ser aberto após: Identificar o visitante e Avisar o morador sobre a conveniência da entrada. No caso de entrega de encomendas: Avisar o condômino e solicitar sua presença na portaria e Na ausência do condômino, receber e guardar para posterior retirada pelo morador. No caso de pequenas entregas, sugere-se uma caixa na recepção, com portinhola, para facilitar a entrega e evitar a entrada do entregador. Ao receber prestadores de serviço, identificá-los, anotar os dados de seus documentos, avisar o condômino e só permitir a entrada mediante a autorização do morador. Não permitir a entrada de pessoas não solicitadas. Não acredite que um estranho uniformizado é sempre legítimo. Em caso de dúvida, consultar o seu empregador. Na entrada ou saída de pessoas do condomínio, somente abrir o portão após verificar se não há suspeitos nas proximidades. Caso note alguma pessoa, motocicleta ou veículo sistematicamente passando e observando a residência ou o prédio ou algum carro parado com pessoas em seu interior nas imediações, procure observar as características e telefone de imediato para a Polícia Militar (190), que mandará uma patrulha para o local. Cuidado com as crianças para não abrirem as portas a pessoas estranhas, sem a aprovação de um adulto. Na hora de recolher o lixo ou de limpar as áreas externas, todas as portas de entrada devem estar fechadas. Manter a porta da garagem sempre fechada. Ao abrir o portão da garagem, identificar o motorista e verificar se não há suspeitos próximos. À noite, manter um bom sistema de iluminação externa, deixando também algumas lâmpadas internas acesas. A portaria deve ficar às escuras e o exterior bem iluminado. Fonte: sites da Polícia Militar em diversos...

Leia mais